Banner A

tratamento de queda de cabelo acessível a todos

Agende pelo WhatsApp

ou agende pelo site clicando aqui..

Banner B

tricologia:
fácil de chegar rápido de agendar

Agende pelo WhatsApp

ou agende pelo site clicando aqui.

Doenças do Couro Cabeludo

O eflúvio telógeno ocorre quando, por causas diversas, a proporção de cabelos, na fase telógena (fase de queda ou desprendimento dos fios), aumenta significativamente.

Isso ocorre em situações como pós-parto, emagrecimento em curto período de tempo, deficiências nutricionais (ferro, zinco, vitamina B12), durante início do uso ou suspensão de anticoncepcional oral, doenças sistêmicas (ex: hipo ou hipertireoidismo, lúpus etc), uso de medicamentos, infecções prévias (infecção urinária, pneumonia, dengue), febre alta, pós-cirurgias, estresse agudo. Perder até 100 fios diários é considerado normal.

Quando a queda ultrapassa essa quantidade, deve-se suspeitar de eflúvio telógeno.

Cerca de 50% das mulheres pode vir a apresentar algum grau do problema ao longo da vida. Ao contrário dos homens, em que a calvície acomete principalmente as entradas e a “coroa”(vértex), nas mulheres tipicamente a perda de cabelos se dá modo difuso e predominantemente na região superior e central do couro cabeludo.

A linha frontal dos cabelos tende a ser preservada nas mulheres. A calvície de origem genética e hormonal é a mais comum entre as mulheres, mas pode ocorrer também com a diminuição dos hormônios femininos ou devido a outros tipos de alterações hormonais. As mulheres comumente têm também outras causas conhecidas de queda de cabelos como o estresse, desnutrição e pós-parto, todos passíveis de reversão.

É a causa mais comum de queda de cabelos em homens, sendo estimado que cerca de 50 a 70% da população masculina desenvolverá algum grau de calvície até idade dos 70 anos.

Os cabelos geneticamente afetados pela dehidrotestosterona (DHT) são em geral os das regiões frontal, superior e coroa (vértex). Os cabelos das regiões laterais e nuca não são afetados pela DHT.

A calvície acontece por uma combinação de hereditariedade e hormônios chamados andrógenos, sendo a testosterona e a dehidrotestosterona (DHT) os principais. A tendência para a calvície pode ser herdada geneticamente tanto do lado paterno quanto materno, e em geral se inicia após a puberdade.

Quanto maior for a tendência genética herdada, mais precoce e mais extensa tende a ser o quadro de calvície. O quadro pode acometer homens e mulheres com diferentes padrões e gravidade.

Doença que ocorre mais frequentemente nos homens com tendência a acne, essa infecção crônica dos folículos pilosos pode, nos casos mais graves, deixar fibroses ou cicatrizes do tipo queloide.

Doença mais comum em mulheres de meia-idade, o líquen manifesta-se pela vermelhidão e descamação do couro cabeludo, acompanhada de pequenas bolinhas arroxeadas. Se não for tratada rapidamente, leva à perda permanente dos cabelos no local, chamada de alopecia cicatricial.

A tinha do couro cabeludo é uma doença causada por diferentes fungos, que provocam perda de cabelo localizada. Há o surgimento de placas, que podem inflamar e até infeccionar. O tratamento é simples, desde que o problema seja descoberto precocemente.

A foliculite decalvante se inicia com descamação, prurido (coceira) e pústulas no couro cabeludo, evoluindo para áreas de alopecia, geralmente como placas elevadas com crostas e politriquia (Imersão de vários fios de um mesmo orifício) .

Já a dissecante consiste em nódulos e abscessos dolorosos e intercomunicantes no couro cabeludo, gerando áreas de alopecia.

A alopecia de tração é mais comum em mulheres que usam apliques ou penteados que tracionam demais os cabelos, leva a áreas com redução da densidade dos cabelos. Caso a tração seja frequente, pode gerar áreas de alopecia definitiva.

A alopecia cicatricial central centrífuga é mais comum em mulheres negras, acomete preferencialmente a região do vértice (“coroa”) de caráter progressivo. Pode estar associado com prurido (“coceira”) e aumento da sensibilidade local.

Suspeita-se que um fator desencadeante seja o uso de tratamentos capilares agressivos, como alisamentos térmicos ou químicos.

O lúpus eritematoso cutâneo crônico geralmente acomete apenas a pele e/ou o couro cabeludo, tendo associação com lúpus sistêmico em apenas 20% dos casos. Inicia-se com placas eritematosas (avermelhadas), evoluindo para placas atróficas com telangiectasias (vasinhos).

A alopecia frontal fibrosante é considerada uma variante de líquen plano pilar, e acomete mais frequentemente mulheres após a menopausa. É comum aparecer nas sobrancelhas. No couro cabeludo, a área de alopecia se inicia na linha frontal, tornado a pele desta região fina e pálida e com aumento das entradas.

A alopecia areata é uma doença autoimune em que o corpo reconhece como inimigas as próprias células, destruindo-as. Pode haver perda de cabelos em placas de formato circular e até mesmo pode perder todos os fios do corpo.

A doença pode acometer também os pelos da barba, das sobrancelhas e até dos cílios. Pode ainda estar associada a outros problemas da pele, como vitiligo e ou alterações da glândula tireoide.

Popularmente conhecida como caspa, a dermatite seborreica caracteriza-se principalmente por uma oleosidade excessiva (seborreia) no couro cabeludo, seguida por inflamação e descamação.

A inflamação (irritação) produz uma vermelhidão e sensibilidade no couro cabeludo, enquanto a descamação pode variar de finas escamas (lembrando polvilho) a intensa, formando crostas.

A psoríase é uma doença de pele associada à herança genética, que aparece mais frequentemente em joelhos e cotovelos, mas também pode acometer o couro cabeludo, onde muitas vezes é confundida com a dermatite seborreica.

Leva a uma descamação intensa e esbranquiçada, seca e aderente que ultrapassa os limites do couro cabeludo, diferentemente da dermatite seborreica.

sobre o dr. tricologia

O Dr. Tricologia é uma clínica médica com dermatologistas especializados em Tricologia para cuidar dos problemas de saúde de cabelo com atendimento humanizado baseado em ciência médica mas que cabe no seu bolso.

O Dr. Tricologia tem como objetivo atender os pacientes que sofrem com queda de cabelo e que precisam de um atendimento médico de confiança .

saiba mais

dr. tricologia ® 2019. Desenvolvido com  pela Agência Mazag.

Selecione a unidade de atendimento: